Nestlé mantém sua posição como maior empresa de alimentos do mundo com receita de US$ 98 bilhões

Avaliação:

(22 Avaliações)

Reportagem SA+ -

Confira quais empresas também fazem parte do top 10 do setor de acordo com a lista Forbes Global 2000


Foto: Adobe Stock

A Nestlé é a maior empresa de alimentos do mundo, título que já mantém há mais de uma década, de acordo com a 20ª edição da lista Forbes Global 2000. Com uma receita de US$ 98 bilhões em vendas, a empresa Suíça que possui seu maior mercado nos Estados Unidos teve um lucro líquido global em 2022 de US$ 9,7 bilhões

A Nestlé opera atualmente um negócio de água engarrafada, e é proprietária de marcas como Hot Pockets, Stouffer’s, DiGiorno e Nespresso. No Brasil, a marca está presente desde 1875, e atualmente possui 20 unidades pelo território nacional sendo a primeira inaugurada em 1921. 

Para realizar o ranking Global 2000 são consideradas 4 métricas - vendas, lucros, ativos e valor de mercado. Este ano, a Anheuser-Busch InBev ficou em segundo lugar, com faturamento de U$ 57 bilhões em vendas anuais, o que representa um aumento de US$ 3 bilhões em relação ao ano anterior quando os comércios estavam se recuperando dos danos ocasionados pela pandemia. 

Em terceiro lugar estava a Pepsico , com uma receita de US$ 88 bilhões, que ficou abaixo da AB InBev principalmente por ter menos ativos e um menor aumento nos lucros. As demais empresas no ranking foram, respectivamente, Coca-Cola, Mondelez, Kraft-Heinz, General Mills, Tyson Foods, Danone e JBS. Ao todo, essas 10 empresas faturaram US$ 523 bilhões, com um lucro de US$ 47,8 bilhões. Ao estender para as 25 principais empresas deste setor a receita sobe para US$ 1,8 trilhão, e os lucros alcançam US$ 160 bilhões.

As maiores empresas de alimentos controlam US$ 3,7 trilhões do mercado, um aumento de cerca de 3% em comparação com o aumento de mais de 4% do S&P 500 neste mesmo período no ano passado. Este desempenho foi incentivado pela alta dos preços gerada pela inflação, e o grupo que teve o melhor desempenho foi o líder do ranking da Forbes, a Nestlé, enquanto a empresa brasileira Marfrig, dona do National Beef e com sede nos Estados Unidos, teve o pior desempenho. 

Confira com detalhes cada empresa do Top 10:

1ª - Nestlé 
Receita: US$ 98,87 bi
Lucro: US$ 9,71 bi
Ativos: US$ 146,11 bi
Valor de mercado: US$ 337,66 bi

2ª - Anheuser-Busch InBev
Receita: US$ 57,83 bi
Lucro: US$ 6,06 bi
Ativos: US$ 214,82 bi
Valor de mercado: US$ 128,21 bi

3ª  - Pepsico 
Receita: US$ 88,05 bi
Lucro: US$ 6,58 bi
Ativos: US$ 93,04 bi
Valor de mercado: US$ 267,48 bi

4ª - Coca-Cola 
Receita: US$ 43,3 bi
Lucro: US$ 9,87 bi
Ativos: US$ 97,4 bi
Valor de mercado: US$ 276,86 bi

5ª - Mondelez
Receita: US$ 32,9 bi
Lucro: US$ 3,94 bi
Ativos: US$ 72,79 bi
Valor de mercado: US$ 105,03 bi

6ª -  Kraft Heinz
Receita: US$ 26,93 bi
Lucro: US$ 2,42 bi
Ativos: US$ 90,94 bi
Valor de mercado: US$ 50,71 bi

7ª -  General Mills
Receita: US$ 19,95 bi
Lucro: US$ 2,8 bi
Ativos: US$ 31,2 bi
Valor de mercado: US$ 52,75 bi

8ª - Tyson Foods 
Receita: US$ 53,61 bi
Lucro: US$ 2,43 bi
Ativos: US$ 36,68 bi
Valor de mercado: US$ 21,16 bi

9ª - Danone 
Receita: US$ 29,07 bi
Lucro: US$ 993,2 milhões
Ativos: US$ 48,33 bi
Valor de mercado: US$ 42,51 bi

10ª - JBS
Receita: US$ 72,58 bi
Lucro: US$ 2,99 bi
Ativos: US$ 39,42 bi
Valor de mercado: US$ 8,16 bi

Quer ter acesso a mais conteúdo exclusivo da SA+ Ecossistema de Varejo? Então nos siga nas redes sociais:      LinkedIn,      Instagram      e      Facebook 

Fonte: Forbes

Comentários

Comentar com:
Publicidade
Publicidade

Solução de sortimento

Navegue por todas as seções para obter informações sobre o desenvolvimento de categorias e sobre as marcas e fornecedores mais bem avaliados:

BUSCAR
Publicidade