SA+
Tecnologia Pesquisa Inteligência Artificial Bain & Company

Exclusivo: estudo aponta que varejo aumenta em até 25% a produtividade dos funcionários com inteligência artificial generativa

POR Reportagem SA+ Conteúdo

EM 05/07/2024

Adobe Stock Colaboradores

Foto: Adobe Stock


A inteligência artificial generativa tem o potencial de remodelar o varejo. Para se ter uma ideia, sua implementação em grande escala pode aumentar a receita das empresas em 5% a 10%.


Além disso, a tecnologia também pode contribuir na forma com a qual os colaboradores atuam na linha de frente, com um aumento de até 25% na produtividade. Isso pode ser alcançado com checagens automatizadas de inventário, alertas de reabastecimento e até assistentes de pesquisa para resolução de problemas em tempo real.

 

Os dados são de um levantamento da consultoria Bain & Company, publicado em primeira mão pela SA+ Ecossistema de Varejo. Eles reforçam o quanto a tecnologia tem capacidade de aliviar a pressão sobre as margens de lucro e ajudar a melhorá-las por meio de ganhos de produtividade e redução de custos.

 

A personalização é outra vantagem da tecnologia. Com um consumidor cada vez mais exigente, ter uma pesquisa aprimorada e recomendações sob medida são aplicações da IA que auxiliam na criação de uma experiência única e, consequentemente, na fidelização.

 

Na área de marketing os resultados também são promissores, especialmente quando integrados a iniciativas para automatizar áreas como tradução e reaproveitamento de conteúdo, redes sociais e criação de landing pages dinâmicas e personalizadas. A pesquisa da Bain & Company mostra que tais ações podem proporcionar ganhos de produtividade de marketing de 30 a 40%.

 

Tendo em vista os resultados promissores, a empresa separou três pontos principais que precisam de atenção para que você utilize todo o potencial da IA generativa em sua empresa. Confira:

 

Democratização da IA – uma ferramenta para todos

 

Para expandir a implementação da IA generativa, é preciso fornecer ferramentas para todo o time e não apenas à equipe de tecnologia. Porém, é necessário centralizar as capacidades relacionadas à IA para evitar retrabalho e outras ineficiências.

 

Talento – capacitação contínua é a chave para o sucesso

 

A IA generativa está em constante evolução, por isso as práticas de implementação podem se desatualizar rapidamente. Sendo assim, o varejo deve apoiar colaboradores de toda a organização na atualização contínua de novas competências em funções relacionadas à tecnologia.

 

Gestão - reformulação das funções é uma forma de se preparar para o futuro

 

Com tamanha evolução, o varejo também precisa estar pronto para um redesenho completo de funções dentro das companhias, uma vez que tanto a linha da frente quanto os gestores são impactados. Aqueles que investirem na atualização de suas competências agora estarão mais bem preparados para liderar a adoção das mudanças, que devem ocorrer em ritmo acelerado, para acompanhar a modernização da tecnologia.

 

COMPARTILHAR
TAGS:Tecnologia, Pesquisa, Inteligência Artificial, Bain & Company
COMPARTILHAR:

Ícone Notícias relacionadas

Loja_perfeita_em_supermercadoInteligência Artificial

Como a inteligência artificial pode ajudar o trade marketing

Inflação e cesta básico em supermercadoInflação

Manaus e Curitiba são as capitais com maior alta da cesta básica

ExtraplusTecnologia

Pagamento via reconhecimento facial chega ao Espírito Santo com o Grupo Coutinho

Adobe Stock - AtacarejoPesquisa

Atacarejos apresentam alta de 13% nas vendas em valor

Comentários

Ícone Envie seu comentário

Ícone Siga-nos

Logo SACONTATO@SAMAISVAREJO.COM.BR
instagramfacebook4linkedin
Logo Cinva

© Somos uma marca do CINVA (CENTRO DE INTELIGENCIA E NEGOCIOS DO VAREJO - CINVA LTDA). © 2023 SA+ Ecossistema de Varejo. Todos os direitos Reservados